1.11.15

Meus meninos!

Saci, Halloween ou réloin?

Em 1996, quando ainda não se festejava o Halloween no Brasil, trouxe de NY uns óculos com abóboras para os meus filhos.
De lá pra cá, a importância de comemorar algumas datas foi crescendo por aqui e o Halloween é um exemplo disto.
Porque será que comemorar "datas" é tão importantes na sociedade de consumo em que vivemos?
Obviamente, é importância para aumentar o consumo!
Nos dias das mães da minha infância fazíamos cartões carinhosos na escola, nos dia das crianças não havia a obrigação de presentear, e por aí vai... (sem esquecer que o dia dos pais foi criado por um publicitário).
O Natal, da forma que é comemorado hoje em dia, não é o Natal da minha infância. Os nossos natais se resumiam a um jantar especial (em que cada família escolhia o que iria comer), quando nos reuníamos para receber os presentes do Papai Noel. E, se jantava cedo, porque à meia-noite a maioria das pessoas ia à Missa do Galo.
Este ridículo festival de verde e vermelho e esta correria ao comércio, não existia.
Foguetes, então, nem pensar!
Até onde me consta, todas as datas que comemorávamos na minha infância em Porto Alegre eram importadas. O Papai Noel já vinha de trenó e todo preparado para o inverno, o coitadinho.
Não sou saudosista, dos que suspiram pensando que o passado era melhor. Só acho que o passado era mais simples e mais barato.
Quanto ao Halloween, é a mesma coisa: novembro é um mês sem comemorações, já que finados só dá $ para florista. Então, inventemos uma para movimentar o comércio!
Não tem nada a ver com a nossa cultura, assim como o Papai Noel não tem, como não tem nada a ver as palavras em inglês que usamos no dia a dia. Mas a realidade é que estamos afundados na sociedade de consumo e na tal da globalização.
Se sou contra ou sou a favor de que se comemore o Halloween no Brasil? Nem sei mais...
Só sei que continuo contra a sociedade de consumo. Mas, será que adianta ser contra?
E acho  que é uma grande injustiça com o Saci, fazer o seu dia em 31 de novembro porque ele vai perder sempre para o Halloween.
O motivo é muito simples: no dia dele não tem nada pra vender!
p.s.1 - pra quem acha que é "macaquice" dos brasileiros, aviso aos navegantes: no Japão, que não tem nada de anglo-saxônico, também se comemora.
p.s. 2 - na foto: Gabriel, um dos meus netinhos paulistas, em 2010. Em São Paulo o 31 de outubro é o "Dia do Saci" por lei estadual.